6 segredos para lidar com o estresse emocional (sem surtar)

O estresse emocional tem dominado a sua vida?

Todas as pessoas desejam uma maior qualidade de vida, com mais bem-estar e realizações. Mas a grande maioria fica presa a padrões emocionais debilitantes como: preocupações excessivas, ansiedade, sobrecarga e estresse. O que, quando não gerenciado de forma adequada, nos impede de alcançar a qualidade de vida tão desejada.

Pesquisa conduzida pela ISMA – BR (International Stress Management Association no Brasil) indica que mais de 70% dos brasileiros sofrem com o estresse. O estresse, junto com a ansiedade e a depressão já são considerados como o grande mal do século XXI.

O mundo moderno exige cada vez mais de nós. Cobranças por resultados no trabalho, pressão financeira, incertezas econômicas, pessoas para lidar. Se por um lado, é bom sempre sentir que temos a capacidade de superar nossos limites, por outro, o excesso de exigências e a tensão contínua podem acabar gerando um alto nível de estresse, prejudicando fortemente a nossa produtividade, saúde e bem-estar.

 

Você sabia que o estresse emocional é positivo?

O estresse até certa medida é positivo. Pesquisadores da Universidade da Califórnia – Berkeley, descobriram que a medida certa da química do estresse pode ser um estímulo poderoso para o cérebro. O estresse libera adrenalina e cortisol, o que faz o cérebro e o corpo entrar em um estado de alerta, ativando funções cognitivas e comportamentais para lidar com os desafios.

Por outro lado, o estresse crônico, quando há estímulo frequente desse estado emocional, se torna um estado totalmente debilitante, gerando sintomas como: dores de cabeça, cansaço constante, irritabilidade, perda de qualidade do sono, falta ou excesso de apetite, variações de humor, dificuldades de concentração e, até doenças físicas, como hipertensão, gastrite e problemas do coração.

 

Se você percebe que o estresse vem sendo parte constante na sua vida, fique tranquilo e descubra abaixo estratégias simples e efetivas para não ser dominado por esse estado mental e perder o controle!

 

#1 REDEFINA SUAS PRIORIDADES

A causa número do estresse é a sobrecarga, ter que lidar com um número infinito de atividades e demandas, onde tudo é prioridade, causando um desequilíbrio interno.

Com a rotina diária, muitas vezes entramos em um modo piloto automático e deixamos de perceber se o que estamos fazendo está nos levando a um resultado positivo ou se estamos apenas apagando incêndios. É importante lembrar que a partir do momento que tudo se torna prioridade, nada mais é.

A primeira coisa que você deve avaliar é o que de fato você precisa dar foco no momento. A nossa vida é composta por áreas essenciais: carreira, saúde, família, finanças, relacionamento, vida social, entre outras. Quando uma área está em desequilíbrio, esta começa a prejudicar as outras áreas também.

 

EQUILÍBRIO SISTÊMICO

Uma pressão financeira, prejudica a nossa saúde, os nossos relacionamentos e até a nossa performance no trabalho. Problemas de saúde impactam diretamente no desempenho do nosso trabalho e em nossa disposição para lidar com os desafios diários. Da mesma forma, problemas familiares e nos relacionamentos, prejudicam o nosso equilíbrio emocional, afetando o nosso trabalho e saúde.

Avaliando as principais áreas da sua vida, qual a área que está gerando o maior desequilíbrio hoje, impactando nas demais? Onde você precisa colocar foco? Das áreas abaixo, defina a área que se você colocar foco irá gerar um resultado positivo, não somente nesta área, mas em todas as demais áreas da sua vida:

Carreira, saúde, família, finanças, relacionamento ou vida social.

 

Uma vez que você definiu a área que você irá colocar foco, defina 3 ações que você irá realizar para reestabelecer o equilíbrio e aumentar o seu nível de resultados.

 

Com o foco definido, organize o seu dia priorizando as atividades essenciais para os resultados que você deseja alcançar.

 

#2 IDENTIFIQUE E BLINDE OS GATILHOS NEGATIVOS

O que são gatilhos? Gatilhos são estímulos externos que disparam uma reação interna. Uma música especial, como a música da sua formatura ou do seu casamento pode ser um gatilho, toda vez que você escuta a mesma música, você se emociona. Um ambiente pode ser um gatilho, ao entrar na sala do chefe, algumas pessoas podem imediatamente disparar uma reação nervosa. Pessoas podem ser gatilhos, ao ver determinada pessoa você pode se alegrar ou se estressar. Todo estímulo externo que deflagra uma reação interna são gatilhos.

Durante o nosso dia somos expostos a inúmeros gatilhos que disparam reações internas, positivas ou negativas. Grande parte das pessoas nem sequer tem consciência, mas a todo momento alteram seu estado emocional influenciadas por estímulos externos.

Para que você tenha um maior controle sobre o seu estado emocional é necessário identificar quais são os gatilhos que diariamente geram estresse em você.

Durante o seu dia-a-dia, quais são os momentos em que você se estressa? O que há em comum nesses momentos: pessoa, ambiente, hora do dia, ação imediatamente anterior, atividade específica?

Uma vez que você tenha consciência do gatilho que dispara um estado interno negativo, o que você pode fazer para se blindar e não ser afetado por esse gatilho? O que você pode fazer de diferente para ter um resultado mais positivo?

 

A estratégia #5 irá te ajudar a blindar os gatilhos que derrubam o seu estado interno!

 

Para saber mais sobre como gerenciar as suas emoções e conquistar mais resultados, clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente para a palestra AO VIVO:

 

#3 CORPO E MENTE FORMAM UM SISTEMA ÚNICO

Nós sabemos que a nossa mente afeta o nosso corpo, níveis elevados de estresse e ansiedade podem causar reações alérgicas, gastrite, dores de cabeça, baixa imunidade, entre outros sintomas físicos. Mas o inverso também é verdadeiro, o nosso corpo afeta diretamente o nosso estado mental e emocional.

Saúde física e mental andam de mãos dadas. Por isso, para reduzir o nível de estresse, a forma mais simples é cuidar do próprio corpo. Ter uma alimentação mais balanceada e praticar atividades físicas devem estar no topo das suas prioridades.

Com apenas 30 minutos de atividades físicas, há a liberação do neurotransmissor endorfina, um analgésico natural do corpo, que diminui o nível de estresse e aumenta o nível de relaxamento. A endorfina é conhecida como o hormônio do bem-estar e para estimular sua produção, basta apenas se exercitar.

Reserve 30 minutos do seu dia para praticar uma atividade física, que pode ser qualquer atividade que coloque o seu corpo em movimento: caminhada, corrida, pedalada, musculação, dança, natação, yoga, ou qualquer outra atividade que você goste de fazer. A única regra é: movimente-se!

 

#4 FAÇA ISSO E REESTABELEÇA O EQUILÍBRIO INTERNO EM MENOS DE 2 MINUTOS

Inspire e expire. Concentre-se em respirar lenta e profundamente.

Ansiedade e estresse geram respiração ofegante. E está provado cientificamente que ao retomar o controle da sua respiração você pode acalmar sua mente. Quando perceber que está em um estado nervoso, respire lenta e profundamente por 2 minutos, isso irá enviar uma mensagem ao seu cérebro para desacelerar. Lembre-se: corpo e mente formam um sistema único.

A respiração lenta e rítmica ativa o sistema nervoso parassimpático, que conduz a mente e o corpo a um estado calmo e relaxado. Para praticar a respiração lenta e rítmica, inspire contando até 5, e expire lentamente através de seu nariz ou boca contando até 10. Se isso for muito difícil, você pode começar com um ritmo mais curto (2/4 ou 3/6) e gradativamente aumentar até atingir a marca 5/10.

 

#5 ASSUMA O CONTROLE DO SEU ESTADO EMOCIONAL

Nós não podemos controlar os eventos que acontecem em nossas vidas, mas podemos controlar como iremos experienciar e reagir a esses eventos. Sempre haverá eventos estressantes que virão ao nosso encontro, eventos que estão fora do nosso controle e que podem nos derrubar. Agora, como você irá lidar com esses eventos é o que irá fazer a diferença entre utilizar estas experiências como força para ação, ou como gatilho para o desespero.

O sentimento do estresse não vem dos eventos que enfrentamos, mas do significado que damos a esses eventos.

Uma pessoa que perde o seu emprego pode dar o significado que está tudo perdido e entrar em um estado elevado de estresse e desespero, ficando paralisada, ou pode dar o significado que agora tem a chance de iniciar um novo negócio, que há anos queria, mas não iniciava por estar empregada. Esse novo significado irá gerar um estado interno de entusiasmo frente ao novo desafio.

Qual o significado que você dá para os eventos da sua vida? Um novo significado, uma nova perspectiva, uma nova experiência, com novos resultados.

A todo momento estamos dando significado para as experiências que vivenciamos e esse significado determina como iremos nos sentir e, consequentemente, como reagiremos.

Nada tem significado, a não ser o significado que você dá.

"Não há nada bom ou mal, mas o pensamento o faz assim."

William Shakespeare

 

Leia também: 6 sinais de que você tem inteligência emocional

 

#6 REASSUMINDO O CONTROLE DA SUA VIDA

O estresse nasce de dentro para fora: é o nosso modo de enxergar os problemas e situações que os tornam estressantes e insolúveis.

A nossa mente sempre busca o que está errado ou o que pode dar errado, é um mecanismo de sobrevivência. Mas, da mesma forma que o foco negativo garante a sobrevivência, o foco positivo permite que você cresça e prospere.

 

Foco + Significado = Realidade

 

O foco associado ao significado que você atribui, determinam a sua realidade.

O que mais gera ansiedade, estresse e irritação que grande parte das pessoas sentem? Tentar controlar as coisas que não estão sob o seu controle. Nós não podemos controlar o clima, o mercado ou a economia. E você já deve ter percebido, que não se pode controlar os outros. Mas podemos controlar as nossas atitudes frente aos eventos que vivenciamos.

Quando você coloca foco em coisas que você não tem controle, a sensação é que você não tem controle sobre a vida, a vida simplesmente acontece com você e não há o que fazer. Você pode até não ter controle do vento, mas você pode ajustar as velas do barco para chegar onde quer.

 

VENCENDO O ESTRESSE EMOCIONAL

A escolha é sua. O que você irá focar? Qual o significado que você irá dar? Um novo foco, uma nova vida. O que gera estresse e impede você de alcançar os resultados que deseja é o foco e o significado que você atribui continuamente para as situações da sua vida.

Se você almeja uma real liberdade, com mais qualidade de vida, não permita que eventos externos controlem a sua experiência emocional e sua vida. Você passa ter o controle quando você coloca foco e significado que te fortaleçam para agir, ao invés de te limitar.

 

“O foco que você dá, controla a sua vida”

 

Gostou desse artigo? Então deixe seu comentário abaixo, o seu feedback é muito importante para mim. Aproveite e compartilhe também com pessoas que você acredita que este conteúdo possa ser útil!

 

Quer dar um passo além? Descubra como explorar o máximo do seu potencial e alcançar um novo nível de resultados em sua vida através da inteligência emocional. Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente para a palestra AO VIVO: